22 de agosto de 2013

Nutricionista ou Técnico em Nutrição?

Essa semana me questionaram a respeito da diferença entre o Nutricionista e o técnico em Nutrição, como esta pode ser uma dúvida de outras pessoas, por que não esclarecer aqui no blog?
O técnico em Nutrição e Dietética pode atuar tanto nas áreas hospitalar, industrial e comercial, sempre sob a supervisão de um nutricionista e, entre as atividades por ele executadas, estão a supervisão e orientação do transporte, armazenamento, seleção, preparo e porcionamento de alimentos, sempre procurando garantir a segurança de tudo que é produzido. O técnico em nutrição e dietética também pode atuar com educação nutricional de indivíduos sadios sadios e enfermos e com avaliação nutricional destes indivíduos.
Na área de alimentação coletiva ou em Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN), o técnico em nutrição pode acompanhar e orientar atividades de controle de qualidade
em todo o processo de produção de alimentos; deve zelar para que as atividades estejam de acordo com o Manual de Boas Práticas, elaborado pelo nutricionista responsável, através da supervisão da higienização de alimentos, equipamentos e ambiente, por exemplo. O técnico em nutrição também pode participar de campanhas educativas em conjunto com o nutricionista.
O curso técnico em nutrição e dietética tem menor duração que o bacharelado em nutrição (curso superior) e pode ser uma boa alternativa para quem gosta da área, mas quer estar pronto para o mercado mais rapidamente, o técnico em nutrição também pode fazer cursos de aperfeiçoamento, como uma forma de enriquecer o seu currículo. De acordo com Márcia Basílio, coordenadora do curso técnico em Nutrição e Dietética, hoje as pessoas tem cada vez mais interesse pela alimentação, o que amplia as perspectivas desse profissional, "que também pode trabalhar no setor administrativo, no controle de qualidade e microbiológico e na elaboração de cardápios para dietas e pratos normais, sempre com a supervisão de um nutricionista". O técnico em nutrição pode se tornar o "braço direito" do nutricionista dentro de uma Unidade de Alimentação, pois seu trabalho é importantíssimo para garantir a qualidade do produto final e a satisfação da clientela.
Lembrando que algumas atividades são privativas do nutricionista, é o caso da responsabilidade técnica em cozinhas industriais e Serviços de Nutrição e Dietética Hospitalares. Nestes locais, o nutricionista também responde pelo planejamento, direção, supervisão e avaliação dos serviços de alimentação e nutrição, podendo trabalhar em conjunto com o técnico em nutrição.

Leia um pouco mais sobre a atuação do técnico em nutrição, na revista do CRN 3ª região, clicando aqui.

Fontes: Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) e Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário